DEFESAS DOS PROJETOS DE MESTRADO E DOUTORADO 2020

DEFESAS DOS PROJETOS DE MESTRADO E DOUTORADO 2020

PPGBV-905 E PPGBV-950

MÊS DE JULHO DE 2020

DATADIAHORÁRIOPERÍODOALUNO(A)TÍTULO DO PROJETOBANCA
21-julTERÇA14:00 – 15:30 TardeHenarmmany Cristina Alves de OliveiraInfluência da precipitação na ecofisiologia de plantas jovens inoculadas com fungos micorrízicos arbuculares em área sucessional da CaatingaMauro Guida Dos Santos/Silvia Caroline Farias Pereira/Maria Reis Coelho/Marciel Teixeira de Oliveira
22-julQUARTA14:00 – 15:30 TardeRafaela Ferreira Lopes Dinâmica de açúcares em espécie lenhosa sempre verde sob condições da CaatingaMauro Guida dos Santos/Silvia Caroline Farias Pereira /Laís Luana de Lima/Marciel Teixeira de Oliveira 
22-julQUARTA14:00 – 15:30 TardeLeticia Pereira dos SantosDiversidade e potencial biotecnólogico de liguens fruticosos do parque nacional do Catimbau, PE – BrasilEugênia Cristina Golçalves Pereira/Andressa Karla de Oliveira Silva/Iane Paula Rego Cunha Dias/ Monica Cristina Barroso Martins
23-julQUINTA14:00 – 15:30 TardeAdglecianne de Sousa MeloProdução, alocação e uso de açúcares em espécies caducifólias lenhosas na caatinga, uma Floresta Tropical sazonalmente secaMauro Guida dos Santos/ Marciel Teixeira de Oliveira/ André Luiz Alves de Lima/ Rebeca Rivas Costa de Albuquerque Silva
23-julQUINTA15:30 – 17:00 TardeDaianne Maria de OliveiraInfluência dos cilcos de hidratação e desidratação em sementes e de rega em plantas jovens na resposta ao defecit hídrico na espécie Cenostigmata pyramidale(Tul.) E. Gagnon & G.P Lewis (Fabaceae)Marciel Teixeira de Oliveira/Elizamar Ciriaco da Silva/Marcus Vinicius Loss Sperandio/Barbara França Dantas
23-julQUINTA14:00 – 15:30 TardeAlice Batista dos SantosEfeitos da agricultura de corte e queima na comunidade microbiana do solo e nos mecanismos de regeneração de uma floresta seca na Caatinga do semiárido pernambucanoMarcelo Tabarelli/Silvia Caroline Farias Pereira/Carla Roberta Gonçalves Reis/Eráclito Rodrigues de Sousa Neto
24-julSEXTA14:00 – 15:30 TardeZilda Ellen Baião NevesInfluência de atributos ecofisiológicos em rebrotas de espécies lenhosas após agricultura de corte e queima na caatingaMauro Guida dos Santos/Silvia Caroline Farias Pereira/Rebeca Rivas Costa de Albuquerque Silva/Sílvia Rafaela Machado Lins
24-julSEXTA14:00 – 15:30 TardeAryane do Nascimento AcciolyEstudos morfoanatômicos em folhas de espécies do semiárido nordestino: uma visão ecológicaEmília Cristina Pereira de Arruda/Rafael Paiva de Farias/Natália Maria Corte Real de Castro/Cláudia Ulisses de Carvalho Silva
 
27-julSEGUNDA09:30 – 11:00 ManhãLigia de Almeida Fernandes VieiraProdução de biomassa e estoque de nutrientes na comunidade de plantas herbáceas da floresta seca da CaatingaMarcelo Tabarelli/Sílvia Rafaela Machado Lins/Maria Fabíola Gomes da Silva Barros/Danielle Gomes Souza
27-julSEGUNDA14:00 – 15:30 TardeRayza Helen Graciano dos SantosComposição química do óleo essencial de Calyptranthes dardanoi MATTOS (MYRTACEAE) e seu potencial bioativoAntonio Fernando Morais De Oliveira/Maria Tereza Dos Santos Correia/Ana Paula Sant’anna Da Silva/Jarcilene Silva Almeida
28-julTERÇA09:30 – 11:00 ManhãThiago Henrique do NascimentoEvolução cromossômica em Phaseolus L. (Fabaceae) por meio de OLIGO-FISHAndrea Pedrosa Harand/Ana Christina Brasileiro Vidal/Luiz Gustavo Rodrigues Souza/Lívia do Vale Martins
28-julTERÇA14:00 – 15:30 TardeIsabella Johanes Nascimento BritoEvolução de traços florais associados às guildas de polinizadores em fridericia sensu stricto (BIGNONIACEAE)Isabel Cristina S. Machado/Ana Carolina Galindo da Costa/Silvana Buzato/Liedson Tavares de Sousa Carneiro
28-julTERÇA09:30 – 11:00 ManhãFelicidade Caroline RodriguesConstituintes bioativos e morfologia de ceras cuticulares de frutos da CaatingaAntônio Fernando Morais de Oliveira/Mariana Oliveira Barbosa/Karla Viviane Figueiredo/Maria Flaviana Bezerra Morais Braga
28-julTERÇA14:00 – 15:30 TardeWilliam MatzenauerSistemática filogenética e taxonomia de Cyperus seção Luzuloidei (KUNTH) C.B. Clarke (CYPERACEAE)Marccus Alves/Marcelo Trovó Lopes de Oliveira/André dos Santos Bragança Gil/Sonia Marisa Hefler
28-julTERÇA11:00 – 12:30ManhãYennifer Carolina Mata SucreOrigem e evolução da holocentricidade na família Juncaceae: uma abordagem filogenética, citomolecular e genômicaLuiz Gustavo Souza/André Marques da Silva/Magdalena Vaio Scvortzoff/Mariana Alejandra Báez
 
29-julQUARTA10:00 – 11:30TardeYeison Jaroc Lombo SanchezDiversidad taxonómica y funcional de hepáticas (Marchantiophyta) a lo largo del gradiente ambiental en Colombia.Kátia Cavalcanti Pôrto/Rafael de Paiva Farias/Lucas Erickson Nascimento da Costa/Wilson Ricardo Àlvaro Alba
30-julQUINTA14:00 – 15:30 TardeJosé Weverton Almeida BezerraProspecção Fitoquímica e Avaliação do Potencial Antimicrobiano e Antiparasitário de Caryocar coriaceum Wittm. (Caryocaraceae)Antonio Fernando Morais de Oliveira/Mariana Oliveira Barbosa/Jacqueline Cosmo Andrade/Maria Audilene de Freitas
29-julQUARTA13:00 – 14:30 TardeJosefa Rodrigues CarneiroSob as luzes da cidade: efeito da iluminação artificial na polinização por morcegos em Crataeva tapia l. (CAPPARACEAE), uma espécie nativa utilizada na arborização urbanaIsabel Cristina S. Machado/Liedson Tavares de Souza Carneiro /Ana Virgínia de Lima Leite/Ana Carolina Galindo da Costa
  
31-julSEXTA14:00 – 15:30 TardeKarine de Matos CostaAtributos florais, sinalização e seleção fenotípica em Capparaceae.Isabel Cristina Sobreira Machado/Camila Miranda Barbosa/Túlio Freitas Filgueira de Sá/Liedson Tavares de Sousa Carneiro

PELD

A caatinga é uma das florestas secas com maior biodiversidade do mundo e que traz muitos benefícios para a população humana: ela sequestra carbono e ajuda na regulação climática. Ela oferece para o sertanejo nutrientes para agricultura, folhagem e madeira. Por isso existe uso intensivo da caatinga, com mais de 500 anos de exploração, o que levou a desertificação, à degradação ambiental e empobrecimento da região. As pesquisas de longa duração mostram o valor da caatinga, os processos que levam a degradação e quais são as melhores práticas para o uso dos recursos naturais, minimizando os efeitos da exploração. Série “Sítios PELD – Por que realizar estudos ecológicos de longa duração?” – PELD PNCA – Parque Nacional do Catimbau: Pesquisas ecológicas de longa duração buscam investigar o valor da biodiversidade na Caatinga, as ações humanas e do clima que impactam a biota nessas florestas secas e subsidiar boas práticas de manejo e uso sustentável de seus recursos naturais. Apresentação do Sítio PELD PNCA pelo Prof. Dr.Marcelo Tabarelli, da UFPE, produzido na Oficina de Divulgação Científica ocorrida durante a 11ª Reunião de Acompanhamento e Avaliação do Programa de Pesquisa Ecológica de Longa Duração (PELD), com o tema “O PELD e a Divulgação Científica para a Sociedade”, na sede do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq). Brasília, 1° e 2 de outubro de 2019, sob a coordenação do Prof. Dr. Ronaldo Christofoletti, da UNIFESP (SP). Playlist do conjunto de apresentações dos sítios PELD da Oficina de

Divulgação Científica: https://www.youtube.com/watch?v=Qh8-x5ggXLE&list=PLlqZGIaRP32Sw8iwe6XvXvaS3QNC19DpA&index=25

RESULTADO DA ANÁLISE BOLSA PNPD /CAPES / PPGBV

RESULTADO DA ANALISE BOLSA PNPD /CAPES / PPGBV

Nome/CPF Curriculum VITAE / Nota PLANO DE TRABALHO Disciplina PROPOSTA Classificação
059 167 8 – 47 Tabela conferida. A candidata NÃO preenche o pré-requisito – item 1 – produção científica – sub-item 1.1, média dos percentis dos 04 artigos obrigatórios apresentados – a partir do somatório maior que 200 pontos (duzentos pontos). Não avaliado – pois o item 1.1 é eliminatório Não avaliado – pois o item 1.1 é eliminatório Desclassificada
082 122 904 – 41   Tabela conferida e ajustada. Item 1.1 redução de 0,95. 9,05 Conferido na UFPE; com aderência à linha de pesquisa Com aderência à linha de pesquisa. Carga horária 60 h.
979 270 660 – 72   Tabela conferida e correta. 9,95 Conferido na UFPE; com aderência à linha de pesquisa Com aderência à linha de pesquisa. Obs.: corrigir a carga horária ou o número de créditos, porque cada 15 h = 1 crédito.
089 303 384 – 70   Tabela conferida e ajustada. Item 1.1 acréscimo de 0,08. item 2.5 docs. 17-18 e 20-24, não emitidos por órgão oficial responsável, redução de 0,45. 8,44 Conferido na UFPE; com aderência à linha de pesquisa Com aderência à linha de pesquisa. Carga horária 60 h.  
701 987 774 – 50 Tabela conferida e ajustada. Item 1.1 acréscimo de 1,27. Item 2.2, doc 8 não incluído, redução de 0,25; item 2.5, doc. 9 não emitido por órgão oficial responsável, redução de 0,1. 6,43 Conferido na UFPE; com aderência à linha de pesquisa Com aderência à linha de pesquisa. Carga horária 60 h.

Recife, 01 de abril de 2020.

Kátia Pôrto, Mauro Guida e Marccus Alves

Comissão de Seleção PNPD/CAPES/PPGBV 2020.