Qualificação

Formulário de Qualificação

Art. 35 do Regimento interno

Alunos de Doutorado deverão realizar Exame de Qualificação em no máximo até 44 (quarenta e quatro) meses, contados a partir da data de matrícula do candidato no Programa. Para os alunos de Mestrado, o Exame de Qualificação constará da apresentação e aprovação dos resultados parciais na disciplina Seminários Integrados.

§ 1º Alunos que pretendam ou tenham que defender a Tese antes do prazo máximo permitido, incluído no Artigo 22, terão obrigatoriamente que obter sua Qualificação com no mínimo três meses antes da defesa.

§ 2º A Coordenação do PPGBV divulgará o cronograma do exame de Qualificação para o nível de Doutorado que deverá ocorrer até 04 (quatro) meses antes da defesa, considerando o período normal do curso de 48 (quarenta e oito) meses. Os alunos de doutorado deverão entregar, com pelo menos 15 (quinze) dias de antecedência à realização exame, ofício do orientador com indicação da banca e três volumes, com no mínimo 75% da Tese, redigidos e apresentados segundo as normas para confecção de Teses estabelecidas pelo PPGBV.

§ 3º O exame de qualificação de Doutorado constará da apresentação desta versão da Tese, perante uma Comissão examinadora composta por 3 (três) membros, dos quais ao menos 1 (um) pertencente ao PPGBV e da área de concentração do aluno, podendo até dois dos três membros serem externos ao PPGBV, mas possuir o título de doutor ou equivalente e conhecimento comprovado na linha de pesquisa do candidato. O orientador e/ou o co-orientador, quando houver, não poderão fazer parte da banca.

§ 4º A apresentação da versão prévia da Tese deverá ter duração máxima de 45 minutos, reservando-se o prazo máximo de 60 minutos para discussão com cada examinador.

§ 5º Encerrado o exame, a Comissão Examinadora, em sessão secreta, deliberará sobre o resultado a ser atribuído ao aluno, considerando as seguintes menções: a) Aprovado; b) Reprovado.

§ 6º O aluno de Doutorado será considerado aprovado se receber menção Aprovado pela maioria dos examinadores.

§ 7º Em caso de reprovação, um segundo e último exame poderá ser realizado após decorrido o prazo máximo de 12 (doze) meses, contados a partir do primeiro exame, desde que o período total de integralização esteja em conformidade com o Artigo 22 deste Regimento e da Resolução nº 10/2008 do CCEPE. Caso o aluno não seja aprovado no segundo exame de Qualificação, o mesmo será desligado do Programa.